CONTADOR DE VISITAS

sábado, 22 de abril de 2017

Um e-mail de dor e despedida

Mô, 

Tu não sabe o sofrimento que estou passando com nossa separação, dói no fundo da alma, minhas lágrimas caem sem parar, e só o tempo pode acalmar esta dor terrível, angústia e tristeza.

Então te peço pelo amor que tu sabe que eu tenho por ti, e tu sabe que ele é verdadeiro, que se tu não me ama mais, não queres mais me ver, que por favor não deixa eu te ver. Tu sabe mais ou menos onde eu ando, por favor, estou tentando não sofrer tanto. (Mas parece impossível)

Esse é o único contato que tenho, não tenho teu telefone, se tivesse eu já teria te ligado. Foi por isso a minha decisão de deletar, porque tu pediu que eu não te procurasse mais. Não quero que tu troques o chip por minha causa. 

Eu te amo Mô. E por mais que eu queira te esquecer não consigo, desculpa, mas não consigo.

Cada coisa aqui neste quarto me lembra você, o Marninho, a xícara, os livros...quando saio na rua, não posso nem olhar as calçadas por onde andamos de mãos dadas e de vez enquando eu te dava um beijo no ombro ou saltava no teu pescoço pra beijar tua boca e dizer "que boca mais linda", o mercado público lembra nossos primeiros encontros, olhar pra calçada do vizinho e esperar te ver lá...

Recolhi agora o pijama que tu me deu, e lembrei que você me achava bonitinha nele...sinto falta do teu olhar, da tua voz, do teu "forte abraço minha querida", sinto falta do meu doxinho, amorzinho, do meu Mô.

Sei que essas palavras não farão diferença a ti, não te comoverão, nem vão te trazer de volta, mas essa é minha tentativa de desabafo sem tu desligar na minha cara, pois aqui se tu quiser, deleta e eu nem fico sabendo...dói menos.

Quando digo que não sei viver sem ti, tu diz que eu saberei sim...te digo que antes de gostar de ti eu sabia...hoje não sei mais...(e isso me faz soluçar alto), reaprender isto contigo aqui dentro do meu peito não será tarefa fácil.

Também não são palavras de novela mexicana, como tu também diz, pois nas novelas as mulheres saem lindas, bem maquiadas e dão a volta por cima, já eu, estou aqui num frangalho, sem levantar, sem comer, minha tentativa de comprar comida no supermercado terminou em desmaio, provavelmente minhas quedas de pressão são emocionais...e me fazem passar vergonha.

Vou finalizando e reforçando o meu sentimento.

Não vou lavar minha roupa, porque ela ficou com teu cheiro, nosso cheiro, do nosso amor...

Da mulher que te ama mais nesta vida, pois não acredito que outra pessoa te ame mais do que eu como mulher. 

E não acredito que tu vá deixar de me amar já que tu disse que sempre me amou, pois escolher não estar mais comigo é uma escolha possível, escolher deixar de amar pra mim não existe, por mais que eu não seja a mulher perfeita.

Quem sabe eu possa dizer um "até logo" e um dia possamos ficar juntos.

Não me esquece. (A minha vontade é te pedir que não fique com mais ninguém, mas não posso te impedir de tentar ser feliz ao lado de outra pessoa, de casar, ter filhos...aquilo tudo que tu desistiu de ter comigo e dói demais escrever isto...)

Estou te esperando pra sempre. Eu não tenho outra escolha....

Talvez eu te envie mais e-mails, mas com o tempo vou tentar resistir, te prometo.

Se não quiseres receber é só marcar como spam. Se quiser enviar um e-mail pedindo que eu não envie mais...vou tentar não falar da minha dor e saudade pra ti...


Mô, eu te amo pra sempre!

ass. Môa
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...