CONTADOR DE VISITAS

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Lendo Novelas de Decameron - Boccaccio

Lendo Novelas do Decameron, fiquei surpresa com a quantidade de textos interessantes e saídas espetaculares que o autor arranjou para esta obra...o livro que tenho é apenas uma coletânea, não tem todas as histórias, mas é bem interessante.
Por estes dias, fui ao sebo e conversando com o rapaz que trabalha lá, e falando sobre Shakespeare, ele me disse que estudou na faculdade de Teatro que Shakespeare havia adaptado alguns livros italianos para sua obra, inclusive Romeu e Julieta era uma destas, mas ele não me disse de qual o autor...
Bom, quando comecei a ler Boccaccio (o autor de Decameron), encontrei em um dos contos bastante semelhança com Romeu e Julieta. Como não há títulos e esses "contos" são nomeados por números e dias, este que eu achei semelhante é o IV DIA, VIII NOVELA.
Inclusive tem um resuminho em cada início:
"Girolando ama Salvestra; vai para Paris, rendido pelas súplicas da mãe, e no regresso encontra-a casada; entra em casa dela e vai morrer-lhe ao lado, e, levando o seu corpo para uma igreja, Salvestra morre junto dele."
Lendo apenas esse resumo, até não há tanta semelhança, mas a família dele não queria o casamento (diferenças financeiras), manda-o para longe, e moça pensando que ele não voltará, casa-se com outro, quando ele volta ela não sente mais nada por ele, ele a procura e morre ao seu lado na cama, o marido ajuda a retirá-lo para fora de casa. Eles vão ao enterro para ver quais são as especulações sobre a morte. Ela, ao vê-lo no caixão, sente novamente todo o amor que tinha e morre em cima do cadáver. Os dois são enterrados juntos. O marido conta tudo que se sucedeu, pois afinal os dois morreram por amor.
Gostei da frase final. "E aqueles a quem o amor em vida não pudera unir, a morte os uniu, em inseparável companhia."
Ainda não terminei de ler o livro, são várias histórias...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...