CONTADOR DE VISITAS

sexta-feira, 12 de julho de 2013

RESUMO: A INFÂNCIA E SUA SINGULARIDADE - SONIA KRAMER


No texto a duas divisões no sentido para expor a infância:
*CATEGORIA SOCIAL
*CATEGORIA DA HISTÓRIA HUMANA.

O que conhecemos como infância hoje, foi formada na sociedade capitalista, pois a criança deveria ser protegida, pois era o futuro (inclusive, financeiro), esta ideia surge referindo-se ao padrão da classe média, por isso, há diferenças entre culturas e padrões sociais.

O sociólogo Charlot diz "a dependência da criança em relação ao adulto é fato social, não natural."
A criança, muitas vezes foi tratada como adulto pequeno, que apenas não falava (inf-ans o que não fala).

Alguns pensadores pensam que essa infância pode desaparecer, pois seria o processo de proteger a criança do mundo dos adultos, isto é, não ter acesso ao conhecimento do mundo dos adultos e isso é quase impossível, pois a televisão, a internet, tudo está apresentando o mundo adulto para crianças. 

"a mídia expulsa as crianças do jardim da infância".(Postmann)

Se a mídia traz ao conhecimento da criança algo que deveria ser aprendido mais tarde, então ela deixa de "não te voz" e sua maturidade é antecipada.

O que caracteriza a infância é a brincadeira, é o criar...

WALTER BENJAMIN e quatro eixos baseados em sua obra:

a) a criança cria cultura, brinca e nisso reside sua singularidade: elas fazem história de resto de história, aproveitam ruínas e assim se aproximam dos marginalizados e inúteis.
Ela produz cultura 
No texto a duas divisões no sentido para expor a infância:
*CATEGORIA SOCIAL
*CATEGORIA DA HISTÓRIA HUMANA.

O que conhecemos como infância hoje, foi formada na sociedade capitalista, pois a criança deveria ser protegida, pois era o futuro (inclusive, financeiro), esta ideia surge referindo-se ao padrão da classe média, por isso, há diferenças entre culturas e padrões sociais.

O sociólogo Charlot diz "a dependência da criança em relação ao adulto é fato social, não natural."
A criança, muitas vezes foi tratada como adulto pequeno, que apenas não falava (inf-ans o que não fala).

Alguns pensadores pensam que essa infância pode desaparecer, pois seria o processo de proteger a criança do mundo dos adultos, isto é, não ter acesso ao conhecimento do mundo dos adultos e isso é quase impossível, pois a televisão, a internet, tudo está apresentando o mundo adulto para crianças. 

"a mídia expulsa as crianças do jardim da infância".(Postmann)

Se a mídia traz ao conhecimento da criança algo que deveria ser aprendido mais tarde, então ela deixa de "não te voz" e sua maturidade é antecipada.

O que caracteriza a infância é a brincadeira, é o criar...

WALTER BENJAMIN e quatro eixos baseados em sua obra:

a) a criança cria cultura, brinca e nisso reside sua singularidade: elas fazem história de resto de história, aproveitam ruínas e assim se aproximam dos marginalizados e inúteis.
E nós? Sabemos brincar e permitir que ela crie?

b) a criança é colecionadora, dá sentido ao mundo, produz história: os objetos para as crianças não tem obrigação de ser o que são, mas qualquer coisa que imaginarem.

c) a criança subverte a ordem e estabelece uma relação crítica com a tradição: não segue a ordem das coisas, vira do avesso as coisas do mundo.

d) a criança pertence a uma classe social: isto é, nasce em uma etnia, classe, grupo social. Isso implica na vida e nas oportunidades de direito que irá ter.

Existe também a autoriadade adulta em risco. Onde crianças tomam o lugar do adulto, isto é, nas decisões que devem tomar, no que devem comprar, até mesmo as vezes as crianças saem mais de casa do que os próprios pais (ou porque estão desempregadas, ou trabalham poucas horas ou trabalham em casa...), porque a escola e atividades extracurriculares também podem ser consideradas como um trabalho, cada vez elas ficam mais nas instituições, ou porque os pais financiam este estudo extra, ou porque é melhor que permaneçam na escola e depois na creche, p.ex., porque pode ser um benefício.
Outros riscos:
*adultos sem tempo;
*indiferença dos adultos;
*criança como companheiras em situação que não tem como sê-lo;


Direitos das crianças e ensino fundamental

-Deve favorecer o conhecimento científico e cultural;
-a criança não vê separação em educação infantil e ensino fundamental;
-garantir acesso, a quem quiser, em creches e pré-escolas, asegurando assim o direito de brincar, aprender e criar;

ENSINO DE NOVE ANOS
"é melhor que estejam na educação infantil ou no ensino fundamental?"

criança deve aprender com as crianças

*direito de escola estruturada;
*posição da instituição contra o trabalho infantil;
"nosso maior desafio é obter entendimento e uma educação baseada no reconhecimento do outro e suas diferenças de cultura, etnia, religião, gênero, classe social, idade e combater a desigualdade; viver uma ética e implementar uma formação cultural que assegure sua dimensão de experiência crítica." 
"são necessárias condições concretas de trabalho com qualidade e ação coletiva que viabilizem formas de enfrentar os desafios e mudar o futuro."

Um comentário:

  1. Ótimo resumo... nem sabias que tinhas blogger... bom saber agora vou ver suas novidades :)
    tu sabe se encontro em algum site o livro/artigo para baixar?
    bjos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...