CONTADOR DE VISITAS

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

FICHAMENTO - Leonardo Sartori. Filosofia da Educação


PORTO. Leonardo Sartori. Filosofia da Educação. Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 2006


Este fichamento não está completo, eu fiz completo, mas não estou publicando completo.
Muitas partes importantes da obra foram omitidas, o melhor é adquirir o livro e completar o que falta.

página .parágrafo. SINTESES DAS IDEIAS
7. Introdução

7. 1. Educação, tema discutido desde a Grécia Clássica. A República de Platão trata da educação e da política, por isto a relação atual entre (e concepção) educar para a política.

7 .2 .No diálogo Mênon aparece a sistematização (aspecto epistemológicos) da educação.

8 .1. Concepção idealista baseada em Platão (Antiguidade) e Agostinho (Idade Média).

8 .2 .Concepção empirista, baseada em Locke (Filosofia Moderna).

9 .1 .Tema: relação entre filosofia política e educação, o papel da educação na formação e organização da sociedade e do Estado, reformistas e aperfeiçoadores da sociedade.

9. 3 .Rousseau, grupo dos reformistas. Filosofia Moderna

9 .4 .Filosofia Contemporânea. Grupo dos reformistas, autores da Escola de Frankfurt: Adorno. Grupo dos aprefeiçoadores do sistema: John Dewey.

10 .1. faz um apanhado de tudo que será apresentado na obra.

10 .A CONCEPÇÃO IDEALISTA

10 .2. Concepção de idealismo: uma realidade não sensível.

11. 1. Fundador de idealismo: Platão. 2° representante: Agostinho

12 .4 .Platão: alma imortal/conhecimento das verdade eternas e imutáveis.

13 .1 .Conhecimento: eterno e imutável: matemática//Mêno: tema é a virtude, conceitos éticos e estéticos.

13. 3. Teólogo e filósofo:Agostinho (inspiração platônica) Igreja Católica século II a V, Objetivo: dotar a nova fé de argumentos filosóficos combatento detratores.

14. 1. Aprendemos os significados dos sinais quando nos indicam o que significa.

15. 1. Platão: remempração e Agostinho: impiração divina.

15 .2. Ambos concordam: professor conduz ao conhecimento.

15. A CONCEPÇÃO EMPIRISTA

15 .3. Empirismo se opõe ao idealismo. Todo conhecimento sobre objetos reais vem da experiência. Objetos abstratos são criados pela mente.

16 .2. Locke: não a ideias nem princípios inatos, porque não estão presentes nas crianças e deficientes mentais. Ele não acredita que a alma exista antes do corpo.

18. A CONCEPÇÃO TRANSCENDENTAL

18. 1. Tenta superar a dicotomia idealismo/empirismo, aceita a evidência dos sentidos do empirismo, mas estabelecendo as condições a priori requerida pela experiência.

18. 2. Tomás de Aquino (escolástica séc.IX e XV), característica=uso da obra de Aristóteles. Não escreveu tratado sobre educação, mas sim um texto também intitulado De Magistro da obra Quaestiones disputatae de veritate.

20 .1. Aquino aceita a teoria da inpiração divina de Agostinho.

20 .4 .Kant.diferente da tradição de Aristóteles e Aquino. Incluído por ter a ideia do ensino através de princípios necessários ao conhecimento.Parece que os princípios não são inatos para Kant.

21 .1. Concepção Kantiana= autonomia=regrar a si mesmo.

22. FILOSOFIA CONTEMPORÂNEA

22. 2. Embora a filosofia idealista seja refutada atualmente pelo empirismo e o transcendentalismo, ainda se apresenta no mundo ocidental.

23. 1 .Alfred North Propõe provar as ideias.

23 .2 .Ele concorda com desenvolvimento das habilidades, o que chama de ritmo da educação. E são três etapas lógicas.

24. 1. A educação torna-se um processo de dominar e conhecer algo novo a todo momento.

25. 1. Para Israel Scheffler: é como ensinar regras.

28 .REFORMISTAS

28. 1. 1ª Teoria reformista aparece em A REPÚBLICA de Platão, na filosofia moderna sofre mudança drástica em EMÍLIO de Rousseau e na filosofia contemporânea um filosofo marxista reflete sobre como a educação pode evitar tragédias como o nazismo.

29 .1. Educação dos líderes. 3 classes escolhidas pelas qualidade: agricultores e artesãos, as dos guardiões (os soldadados) e a dos reis-filósofos.

30 .3. Platão rejeita o ensino da poesia pois é mentira, a música é o que melhor cumpre a função.

31. 1 .obter esse conhecimento é o exercício da dialética.

31 .2. Rei-filósofo, estado onde existe harmonia entre as 3 classes.

31. 4 .Rousseau critica o Estado de sua época.

32 .3. Rousseau: educar o indivíduo para reforma social, e vida autêntica, livre de ganância e conflitos.

32 .4. como desenvolver que o homem queira levar a vida autentica? Conceito do bom selvagem.

33 .1. Não é regredir e sim avançar.

34 .2 .homens livres, amor de si faz destinguir as necessidades naturais.

34 .3. ADORNO. Pensou a educação atráves de um único evento: campos de concentração nazista.

35. 3. o esclarecimento é o esforço para separar-se da animalidade, mas não é totalmente seguro.

37. 1. diferença na educação do campo e da cidade, pois ele percebeu que a maioria dos algozes no campo de concentração eram do campo, por isso ele diz que deve ter mais educação no campo para livrar das barbáries.

37. 2. na mesma época Paulo Freire fazia a conscientização do meio rural.

38. APERFEIÇOADORES

39 .1. ARISTÓTELES.o cidadão deve ser moldado para se adequar ao governo (diferente do que Platão falava).

40. 2. ARISTÓTELES. prioriza a atividade racional. Morais:hábito e Intelectuais: educação.

42 .1. DEWEY. Estudar o pensamento humano.

42. 2 .Interpretação do pensamento. A evolução pressupões transmissão de caracteristicas de uma geração a outra. Transmissão social do comportamento pela educação.

42. 3. contrapõe o naturalismo de Rousseau, é preciso aprender com HEGEL capacidades intelectuaais são formadas a partir da interação social.

43. 1. não é domesticar o homem.

46. 2. ANÍSIO TEIXEIRA foi aluno de DEWEY e trouxe suas ideias para o Brasil.

46. 3 .diferenças de classes substituidas por diferenças individuais.

47. CONSIDERAÇÕES FINAIS

47 .1. EDUCAÇÃO. Aquisição de conhecimento. Instrumento para adquirir conhecimento. Desenvolver a capacidade de se informar. Meio de desenvolvimento das capacidades intelectuais. Harmonizar as relações humanas.

47 .2. ATRAVÉS DA EDUCAÇÃO. Organização social nova.

49. SELEÇÃO DE TEXTOS

49 .EDUCAÇÃO E ESTADO

51. EDUCAÇÃO E CONHECIMENTO

55. O ENSINO ATRAVÉS DO RACÍCINIO

59 .O ENSINO ATRAVÉS DA EXPERIÊNCIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...