CONTADOR DE VISITAS

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Robinson Crusoé, de teimoso a engenhoso

Não sei se foi assim, não procurei saber, mas para mim "O Naúfrago" foi inspirado no Robinson Crusoé de Daniel Defoe, com umas mudanças, pois Tom Hanks ainda volta para casa jovem e bonito (no meu gosto), e o jovem Robinson Crusoé volta um velho para os padrões da época.

Afinal foram 27 anos em uma ilha, este sim foi um naúfrago, pois ele estava em um navio.

Mas vamos pelo princípio, ele -Robinson, afinal o título do post é Robinson - tem tudo para ficar em terra firme, e seus pais dão muito apoio para que tenha uma vida calma e feliz.

É claro, ele não se sente feliz, quer mais, quer conhecer o mundo e vai trabalhar em navios.

Na primeira tempestade se assusta muito e promete que se sair vivo irá voltar para terra firme e para o lado dos pais.  Tão logo passa a tempestade ele esquece da promessa e continua sua vida de liberdade...

Até que em uma dessas seu navio naufraga e todos morrem, menos ele que consegue chegar em uma ilha, onde ele se vê privado de quase tudo, a não ser do que consegue resgatar do navio naufragado.

Robinson, além de teimoso, é um homem de sorte e consegue ir se "ajeitando" com o que tem e com que surpreendentemente consegue com  a sorte ou a ajuda de Deus, pois até sementes que caem dos sacos que ele trás do navio, germinam e ele se alimenta do que dá na ilha.

A ilha possui frutas, madeira, água doce, animais que podem servir de alimento etc.

Vive por muitos anos solitariamente, não há presença de outros seres humanos na ilha, até que um dia ele percebe que o que mais ele queria lhe aparece como uma coisa detestável.

Viu uma pegada na areia, e não era sua.

Logo o que ele mais queria que era uma pessoa para conversar, agora temia por ser alguma pessoa que lhe pudesse fazer mal.

E eram.

Descobriu que selvagens estavam visitando sua ilha para fazer rituais antropofágicos (canibalismo), isto é, iriam comer os prisioneiros.

Ele salvou, um, depois outro, com a ajuda do primeiro que era um índio ao qual ele havia ensinado a falar sua língua e lhe tinha dado o nome de Sexta-feira.

Com todos os salvamentos ele conseguiu amigos que o ajudaram, e por fim, com a chegada de um navio voltou para sua terra depois de 27 ou 28 anos, seus pais não existiam mais, seus irmãos já haviam dividido a herança, pois acreditavam que o mesmo já tinha morrido.

Ele viveu com o dinheiro que havia guardado do navio naufragado.

Porque ler o livro? Porque fala de como ele sobreviveu e dá várias dicas de como viver se acaso você ficar perdido em uma ilha deserta...afinal nunca se sabe...


Imagens dos sites:
http://outros300.blogspot.com.br/2011/12/as-inesperadas-aventuras-de-robinson.html
http://mardehistorias.wordpress.com/2011/07/11/e-entao-apontei-para-o-mar/robinson-crusoe/

Se quiser comprar meu livro:
http://vendomeuslivrosusados.blogspot.com.br/

Um comentário:

  1. how's things ericamacleo.blogspot.com admin discovered your blog via search engine but it was hard to find and I see you could have more visitors because there are not so many comments yet. I have discovered website which offer to dramatically increase traffic to your site http://cheap-mass-backlinks.com they claim they managed to get close to 4000 visitors/day using their services you could also get lot more targeted traffic from search engines as you have now. I used their services and got significantly more visitors to my website. Hope this helps :) They offer best services to increase website traffic Take care. Richard

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...