CONTADOR DE VISITAS

terça-feira, 23 de outubro de 2012

O retrato de Dorian Gray - De Oscar Wilde, Suspense, terror e filosofia.

A primeira vez que ouvi falar no livro O retrato de Dorian Gray não estou "bem" lembrada, mas acredito que em 2010 quando vi um trailler de um filme baseado no livro.

De Oscar Wilde eu já havia ouvido falar, pois há muitas frases dele por aí.

Mas voltando a Dorian, eu vi o trailler do filme, mas não fiquei interessada em vê-lo, mas também não esqueci.

Pois agora em 2012 olhando alguns livros no sebo, a minha Mãe encontrou este livro em uma edição bem antiga (que são as melhores na minha opinião), resolvemos comprar.

É um ótimo livro, o que eu descrevo aqui não se comparará a obra, é um livros que vale ser lido, além de tratar sobre questões de narcisismo, tem muitas frases que nos fazem pensar sobre a contemplação da beleza da juventude eterna, afinal são problemas que hoje temos em nossa sociedade, a busca por uma eterna juventude.


Quando comecei a ler, fiquei surpresa, pois o livro falava muito na paixão que Dorian despertava tando em mulheres como em homens, sua beleza era tanta que ninguém passava sem admirá-lo.

Já no início do livro, seu amigo Basil (que tem uma profunda paixão "platônica" por Dorian) pinta um retrato seu.

Dorian conhece o amigo de Basil: Harry.

Harry é quem influencia todo o tempo Dorian (e Harry também o acha bonito).

Dorian começa, através de Harry, notar sua própria beleza e juventude e tudo que pode alcançar através desse "bem", mas percebe que logo perderá tudo isso, pois o tempo é imbatível a todos.

Quando contempla seu quadro pronto fica muito revoltado, pois ali será eterna sua beleza, mas ele ficará velho a olhar para o quadro...Em um impulso histérico deseja que o quadro envelheça e que ele fique jovem para sempre, mesmo que isso custe até mesmo sua alma.

SPOILER A PARTIR DAQUI




A partir disso, Dorian começa mudar muito suas atitudes, sua doçura e ingenuidade, já não são mais a mesma.

Tanto que ele chega prometer casamento a uma jovem e pobre moça, e vendo que ela o decepciona um dia apenas (e foi por amor a ele) ele a trata muito mal e ela termina suicidando-se.

É aí que ele vê que o quadro começa modificar-se, o quadro deixa de ser harmonioso e bonito e passa a ter um sorriso de crueldade.

E ele foi cruel mesmo, após saber da morte da jovem, ainda foi ao teatro divertir-se com Harry.

Depois disso, ele não permite ninguém mais olhar o retrato que cada dia fica mais horrível, e suas atitudes também não são diferentes, são compatíveis com a imagem do retrato, é sua alma no retrato.

No que se refere a ele, passa 18 anos sem lhe aparecer uma ruga. Ele se mantem sempre jovem e com a imagem bela e fresca de seus 20 anos.

Todos que chegam perto dele não terminam bem.

Está cada vez está mais mal falado na sociedade. Mas ele não se importa.

Mas como tudo o que é ruim não pode acabar bem...Ele tenta livrar-se do retrato e ao tentar apunhalar e destruí-lo é encontrado morto com uma facada, seu rosto está deformado e envelhecido ao lado de seu belo retrato onde retrata toda sua juventude.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...