CONTADOR DE VISITAS

domingo, 15 de janeiro de 2017

Outra Frequência- KAFKA - O PROCESSO



Outra Frequência


Posted: 14 Jan 2017 05:40 AM PST

Descrição

Alguém certamente havia caluniado Josef K., pois uma manhã ele foi detido sem ter feito mal algum'. Assim começa um dos maiores romances do século XX. E começa também o drama do protagonista de 'O Processo', que luta do começo ao fim para descobrir do que é acusado, quem o acusa e com base em que lei. Josef K. sempre confrontará a impossibilidade de escolher um caminho que lhe pareça sensato ou lógico, pois o processo de que é vítima segue leis próprias, as leis do arbítrio. O labirinto exemplarmente 'kafkiano' do qual Josef K. tentará se desvencilhar traduz um sentimento que nos diz muito: o de que a razão pode pouco contra a banalidade da violência irracional.







, Mountain View, CA 94043, United States

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Coleção “Os Pensadores” – Nova Cultural





Charles Andrade publicou: "A coleção "Os Pensadores" foi uma iniciativa única no Brasil de publicação das obras mais influentes do pensamento ocidental. Foi publicada originalmente pela editora Abril Cultural, na década de 1970. Nas últimas décadas, a Abril Cultural separou-se do g"

Novo post em charlezine

Coleção "Os Pensadores" – Nova Cultural

por Charles Andrade
A coleção "Os Pensadores" foi uma iniciativa única no Brasil de publicação das obras mais influentes do pensamento ocidental. Foi publicada originalmente pela editora Abril Cultural, na década de 1970. Nas últimas décadas, a Abril Cultural separou-se do grupo Abril, passando então a se chamar Nova Cultural. Atualmente, a coleção "Os Pensadores" publica obras de […]
Comente    Ver todos os comentários
Cancele a assinatura para não receber mais posts de charlezine.
Altere suas configurações de email em Gerenciar assinaturas.
Problemas ao clicar? Copie e cole esta URL no seu navegador:
http://charlezine.com.br/colecao-os-pensadores-nova-cultural/





sábado, 3 de dezembro de 2016

Para alguém que aMo... M

O Menestrel - William Shakespeare

Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se. E que companhia nem sempre significa segurança. Começa a aprender que beijos não são contratos e que presentes não são promessas.
Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.
Aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.
Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo.
E aprende que, não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam… E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.
Descobre que se leva anos para construir confiança e apenas segundos para destruí-la…
E que você pode fazer coisas em um instante das quais se arrependerá pelo resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias.
E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida.
E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.
Aprende que não temos de mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam…
Percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa… por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas; pode ser a última vez que as vejamos. Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser.
Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto.
Aprende que não importa onde já chegou, mas para onde está indo… mas, se você não sabe para onde está indo, qualquer caminho serve.
Aprende que, ou você controla seus atos, ou eles o controlarão… e que ser flexível não significa ser fraco, ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem, pelo menos, dois lados. Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita prática.
Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se. Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou. Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha.
Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens…
Poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.
Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame não significa que esse alguém não o ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.
Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém…
Algumas vezes você tem de aprender a perdoar a si mesmo.
Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado.
Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. Aprende que o tempo não é algo que possa voltar.
Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, em vez de esperar que alguém lhe traga flores.
E você aprende que realmente pode suportar… que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida! Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar se não fosse o medo de tentar.

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

segunda-feira, 11 de julho de 2016

eu quero uma poesia

eu quero uma poesia que se leia feliz
mas não uma piada
e não as gargalhadas
mas também não quero ler com voz de velório
aquela voz que parece saída da tumba
por que temos que ler com voz de sofrimento?
dor insuportável, último suspiro....
será que para mostrar beleza
precisa ter machucado?

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Por quem os sinos dobram? John Donne

“Nenhum homem é uma ilha; cada homem é uma partícula do continente, uma parte da terra; se um torrão é arrastado para o mar, a Europa fica diminuída, como se fosse um promontório, como se fosse o solar de teus amigos ou o teu próprio; a morte de qualquer homem me diminui, porque sou parte do gênero humano. E por isso não perguntes por quem os sinos dobram; eles dobram por ti”.

domingo, 3 de julho de 2016

Eva Furnari - escritora e ilustradora - vídeos





                              Eva Furnari - Histórias e Ilustrações

Escritora Eva Furnari usa animais para explicar seres humanos - Repórter Brasil (noite)


                                   A História de Eva Furnari





                                     Eva Furnari

O Mundo de Eva Furnari


Grandes Mulheres -- Eva Furnari

domingo, 22 de maio de 2016

terça-feira, 17 de maio de 2016

"lobo em pele de cordeiro"

Sempre ouvi o ditado:
"lobo em pele de cordeiro"

Mas vejo que o perigoso não é a pele, mas sim a voz de cordeiro, uma vozinha simples, macia, apenas uma voz frágil e suave, com a finalidade apenas de te seduzir e te fazer aproximar-se mais um pouco para escutar melhor...
Escutar melhor, e servir de vítima para uma boca grande cheia de dentes...

Era assim que o lobo da Chapeuzinho Vermelho fazia, suavizava a voz...uma voz de vovozinha, uma voz suave e doce... Te convidando...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...